Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Turquia irá enviar 3.250 agentes da segurança para Copa do Mundo do Catar

Ancara também treinou oficiais catarianos para competição, que acontece de 21 de novembro a 18 de dezembro

Por Da Redação 19 jan 2022, 11h18

O governo da Turquia irá enviar 3.250 agentes da segurança para a Copa do Mundo deste ano, no Catar, anunciou o ministro do Interior turco, Suleyman Soylu, na terça-feira, 18. Além da presença de agentes, Ancara também treinou oficiais catarianos para a competição, que acontece de 21 de novembro a 18 de dezembro.

Durante evento na cidade de Antalya, Soylu afirmou que 3.000 policiais de tropas de choque serão enviados ao evento, assim como 100 membros de uma unidade de forças especiais, 50 especialista em bombas e outros agentes especializados. Também serão enviados 50 cães usados para detecção de artefatos explosivos.

“Um total de 3.250 de nossos agentes trabalhará temporariamente no Catar em novembro e dezembro de 2022 por 45 dias para a Copa do Mundo”, disse o ministro. “Nesse evento, que terá presença de um milhão de fãs de todo o mundo, nosso pessoal irá garantir a segurança”.

Soylu acrescentou que a Turquia também treinou 677 agentes catarianos, em 38 áreas, sem dar mais detalhes. Ele também não especificou qual será a proporção das forças turcas em relação ao número geral de funcionários da segurança do evento.

Apesar da grande presença de agentes turcos, Ancara não sabe ainda se sua seleção participará da competição. A seleção da Turquia enfrenta Portugal em 24 de março pela repescagem.

O anúncio segue uma aproximação de laços entre os dois países nos anos recentes, com Ancara apoiando Doha em sua disputa com outros Estados do Golfo. Os dois países frequentemente cooperam em questões econômicas e, em dezembro, assinaram 15 novos acordos em vários campos, incluindo comércio, investimentos, desenvolvimento, cultura, esportes e mídia.

No âmbito econômico, o volume de comércio entre Doha e Ancara aumentou 6%, chegando a 1,6 bilhão de dólares entre dezembro de 2020 e dezembro de 2021.

Além dos acordos com foco no comércio, os dois também assinaram pactos voltados à segurança. Em dezembro de 2019, a Turquia posicionou forças no Catar na base de Khalid bin al-Walid.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês