Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Turquia: grupo ataca ato do Dia da Mulher gritando ‘Alá é grande’

Uma das alunas da Universidade Bilgi, onde acontecia a manifestação, ficou ferida. Guardas e outros estudantes também foram agredidos

Um grupo de 15 a 20 pessoas atacou nesta quarta-feira aos gritos de “Alá é grande” um ato pelo Dia Internacional da Mulher que estava sendo realizando na Universidade Bilgi, em Istambul, na Turquia.

“Alguns estudantes e seguranças foram agredidos e, infelizmente, um de nossos alunos ficou ferido”, indicou a Universidade por meio de comunicado. Também segundo a nota, os homens pularam os portões da instituição para invadir o ato.

Fotos e vídeos da confusão foram postadas nas redes sociais após a invasão. A imagem da estudante ferida no rosto também está circulando pela internet.

A polícia conseguiu prender seis dos agressores. Além disso, a instituição anunciou que irá apurar se havia alunos da universidade entre os agressores e pedirá à Procuradoria turca que investigue o ataque.

(Com EFE)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Verdade_seja_dita

    Isso foi mais um verdadeiro tapa na cara da midia esquerdista e nos movimentos feministas ligados ao esquerdismo mundial , quem manda defenderem tanto o Islã dizendo que essa tal religião MACHISTA , é a religião da PAZ?! ta ai o resultado.

    Curtir

  2. VERDE e AMARELO

    TODO CASTIGO PRA FEMINISTA É POUCO, ATACAM OS CRISTÃOS, DEFENDEM OS MUÇULMANOS? ENTÃO TOMEM SUAS BURRAS!

    Curtir

  3. Hattori Hanzo

    “Allahu Akbar” , vamos lá esquerdalha.

    Curtir

  4. Marco Alves Monteiro

    Só para lembrar às feministas e aos militantes gays: Não se esqueçam que vocês adoram dizer “Diga não à islamofobia” Então cada murro na cara é merecido seus idiotas, lixos.

    Curtir

  5. Em nome do que se aguentam esses abusos recorrentes sem tomar uma atitude drástica?

    Curtir

  6. Luis Carlos Zardo

    Sim, o Islã é uma religião que respeita profundamente o direito das mulheres.

    Curtir

  7. Solon Diniz Cavalcanti

    O Islã não respeita as mulheres, o Luis Carlos Zardo nunca foi a um país muçulmano, eu morei em um.

    Curtir

  8. Fiquem dando asas ao Islã… O resultado é esse…

    Curtir

  9. Jucie Clementino da Silva

    Feministas,vamos agradecer,façam cartazes defendendo esses monstros e massacrem o cristianismo.

    Curtir