Clique e assine com 88% de desconto

Trump critica juiz no Twitter por decisão sobre lei de imigração

Presidente utiliza as redes sociais para criticar a decisão do juiz James Robart, que barrou a ordem de negar a entrada de refugiados e imigrantes no país

Por Sérgio Martins - Atualizado em 4 fev 2017, 13h53 - Publicado em 4 fev 2017, 13h39

O presidente americano Donald Trump voltou a usar o Twitter, seu arauto incondicional em xingamentos e polêmicas, para fazer críticas. O alvo do momento é a decisão tomada na última sexta-feira pelo juiz federal James Robart, da cidade de Seattle, Washington, de suspender a ordem do governo americano de proibir a entrada de refugiados e imigrantes de sete países – a maioria de religião muçulmana.

“Quando um país não é mais capaz de dizer quem pode e quem não pode entrar e sair, especialmente por razões de segurança- grande problema!”, disparou Trump. “A opinião desse suposto juiz é ridícula e será anulada.” Trump escreveu ainda que alguns países de origem árabe são favoráveis ao banimento proposto pelo governo americano.

O bloqueio de Robart ao decreto do presidente é um duro golpe nas pretensões de Trump, cuja campanha foi baseada no ódio irrestrito aos mexicanos e árabes, acusados respectivamente de tráfico de drogas e terrorismo. O governo americano, contudo, pode ainda rever a decisão. O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, também criticou duramente a atitude de Robart. Segundo ele, “o governo fará uma suspensão de emergência desta ordem e defenderá a decisão executiva do presidente, que acreditamos ser legal e apropriada.”

Publicidade