Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Juiz federal suspende ordem anti-imigração de Trump

A decisão vale para todo o território americano e é esperado que o governo federal entre com uma apelação em breve

Por Da redação
Atualizado em 4 jun 2024, 20h06 - Publicado em 3 fev 2017, 23h24

Um juiz federal de Seattle suspendeu nesta sexta-feira o decreto do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que impede a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana no território americano. A liminar temporária, adotada pelo juiz James Robart, afeta todo o país e tem efeito imediato, informou o jornal Washington Post.

Robart decidiu em favor do Procurador-Geral de Washington, Bob Ferguson, que entrou com o processo na semana passada alegando que a ordem executiva de Trump é discriminatória e causa danos consideráveis a residentes do país. Nesta semana, Ferguson ganhou o apoio do Estado de Minnesota, que também participa do processo.

Segundo a emissora CNN, oficiais de imigração pelo país afirmaram que irão seguir a decisão do juiz e devem liberar viajantes que estão atualmente detidos. É esperado que os advogados que representam o governo federal entrem com uma apelação de emergência ainda nesta sexta-feira.

Perante à Justiça, advogados do governo haviam argumentado que os Estados não têm autoridade para questionar o decreto e afirmaram que o Congresso deu poder a Trump para tomar decisões sobre a segurança nacional. O juiz, porém, deu vitória a Washington e Minnesota, que pediram a suspensão temporária da ordem de Trump, considerada inconstitucional, enquanto o caso é julgado.

O decreto anti-imigração assinado pelo presidente republicano causou protestos pelo país e confusão em aeroportos onde viajantes foram detidos. A medida, assinada no dia 27 de janeiro, suspendeu por noventa dias a entrada de turistas do Irã, Somália, Iraque, Líbia, Sudão, Iêmen e Síria. O processo para receber refugiados dessas nações também foi posto em pausa durante 120 dias e bloqueado por tempo indeterminado para os sírios. Divergências sobre como a ordem deveria ser aplicada também levaram à detenção de imigrantes com visto de residência legal nos Estados Unidos (green card).

(Com EFE)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.