Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump diz que Cruz é ‘doente’ e que gostaria de socar um manifestante

Magnata parte para o ataque antes do caucus de Nevada. Marco Rubio recebeu o apoio de Jeb Bush, que retirou sua candidatura da corrida presidencial após maus resultados

(Atualizado às 12h01)

Após a vitória na Carolina do Sul em primárias realizadas no último sábado, Donald Trump tenta repetir o feito nesta terça-feira, dia 23, em Nevada, onde acontece o caucus [entenda a diferença entre caucus e primária] do Partido Republicano. Em comício realizado na noite desta segunda-feira, o magnata chamou seu rival Ted Cruz, que ficou em terceiro lugar na prévia, de “doente” ainda perguntou: “O que há de errado com esse cara?” Pouco antes, referindo-se a um manifestante que fez um protesto durante seu discurso, Trump disse: “Eu odeio esse cara, gostaria de dar um soco na cara dele”.

Cruz vem sendo acusado de fazer uma campanha suja, especialmente após seu assessor divulgar um vídeo em que o rival Marco Rubio tira sarro da Bíblia. Em Las Vegas, Trump declarou que “Cruz mente mais que qualquer outro ser humano. Ele segura a Bíblia e mesmo assim mente”. Na Carolina do Sul, Trump obteve 32% dos votos, seguido por Rubio, 22,5%, e Cruz, quase empatado, 22,3%.

Leia também

Republicanos brigam pelo voto anti-Trump antes da ‘superterça’

Trump, a nova estrela de “Game of Thrones”

Trump vence primárias na Carolina do Sul; Bush desiste

De orientação ultraconservadora, Cruz superou o magnata no caucus de Iowa, mostrando que poderia ser uma opção menos agressiva para a ala mais extremista do Partido Republicano. No entanto, na primária de New Hampshire, ficou atrás do bilionário e de John Kasich. Por isso, um bom resultado em Nevada é crucial para as suas pretensões políticas. Trump, no entanto, assim como em âmbito nacional, aparece à frente nas pesquisas no Estado.

Especialistas apontam que o modelo usado em Nevada, de caucus, espécie de pequenas assembleias que decidem em conjunto seu voto, pode beneficiar Cruz e Rubio. Inclusive, o magnata sofreu uma derrota quando foi realizado caucus em Iowa. Rubio recebeu ontem, enquanto fazia campanha no estado, o apoio de Jeb Bush, que retirou sua candidatura da corrida presidencial após maus resultados em Carolina do Sul.

Continuam ainda na corrida pela indicação republicana o neurocirurgião Ben Carson, e o governador de Ohio, John Kasich. Enquanto isso, os democratas, que já fizeram caucus em Nevada no último sábado, realizarão primárias em Carolina do Sul no próximo dia 27.

(Com ANSA)