Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trump anuncia saída de Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca

Presidente americano afirmou esperar que Sanders se candidate para as eleições ao governo do Estado de Arkansas e elogia: 'Pessoa magnífica'

O presidente americano, Donald Trump, surpreendeu nesta quinta-feira, 13, ao anunciar que Sarah Sanders deixará o cargo de porta-voz da Casa Branca até o fim deste mês. O republicano afirmou esperar que Sanders se candidate ao cargo de governadora de Arkansas.

“Depois de 3 anos e 1/2, nossa maravilhosa Sarah Huckabee Sanders deixará a Casa Branca no fim deste mês para voltar ao seu lar no Grande Estado do Arkansas”, tuitou o presidente. “Espero que ela decida concorrer para governadora de Arkansas – ela seria fantástica”, escreveu.

Regularmente questionada sobre os provocantes tuítes ou ataques agressivos de Donald Trump à imprensa, Sanders esteve muitas vezes em posição delicada e foi sido criticada por suas investidas, e até mesmo inverdades, em suas interações às vezes tensas com os jornalistas.

Em ruptura com uma tradição firmemente estabelecida há décadas, ela abandonou o briefing diário na sala de imprensa da Casa Branca, dando prioridade a sessões de perguntas e respostas improvisadas e muitas vezes cacofônicas.

Sanders acabou se tornando uma conselheira e confidente do presidente, que regularmente a leva para reuniões de alto escalão. Já haviam especulações de que ela poderia se tornar candidata a governadora do Arkansas, cargo já exercido pelo seu pai, Mike Huckabee, ex-candidato presidencial.

O mandato do atual governador do Estado, Asa Hutchinson, só acaba em 2022. 

Pouco depois do anúncio pelo Twitter, em uma cerimônia sobre a reforma no sistema de Justiça na presença de Kim Kardashian, Trump fez uma homenagem a Sanders, o que é bastante raro da parte de um presidente frio com muitos de seus ex-colaboradores.

Saudando “uma amiga, uma pessoa magnífica”, ele afirmou que a agora ex-porta-voz fez um “trabalho incrível”.

Com a voz embargada, Sarah expressou seu orgulho de ter trabalhado para Donald Trump e assegurou que continuaria sendo uma de suas mais leais apoiadoras. Também afirmou estar convencida de que o bilionário republicano vencerá a eleição presidencial de 2020.

(Com Estadão Conteúdo e AFP)