Clique e assine a partir de 9,90/mês

Trump ameaça suspender contribuição financeira dos EUA à OMS

Presidente dos EUA reclamou que a Organização Mundial da Saúde deu muita atenção à China e está errada

Por Da Redação - 7 Apr 2020, 21h44

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou, em entrevista coletiva nesta terça-feira, 7, que pode suspender a contribuição do país à Organização Mundial da Saúde. Ele acusa a OMS de cometer uma série de erros na condução da pandemia do coronavírus e avalia que a entidade está muito centrada em medidas a favor da China.

Segundo Trump, esses repasses passam 58 milhões de dólares. “Às vezes, é mais que isso. Às vezes, é para programas em desenvolvimento. Se os programas são bons, ótimo. Mas vamos analisar isso, porque eles cometeram erros. Colocaremos uma suspensão muito poderosa e veremos”, disse.

Um pouco antes, no Twitter, Trump escreveu uma mensagem contra a agência. “A OMS realmente estragou tudo. Por alguma razão, financiada em grande parte pelos Estados Unidos, mas muito centrada na China. Daremos uma boa olhada nisso. Felizmente, rejeitei o conselho deles de manter nossas fronteiras abertas à China desde o início. Por que eles nos deram uma recomendação tão falha?”

Depois, na entrevista, o presidente dos EUA voltou a atacar a OMS: “Eles perderam a oportunidade. Eles poderiam ter alertado meses antes.”. Mas logo depois da entrevista, ele baixou o tom e disse que iria “dar uma olhada nisso”, negando ter dito que iria retirar a ajuda financeira.

Publicidade