Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Tribunal italiano adia para maio julgamento de Berlusconi

Primeiro-ministro falta à primeira audiência, que será retomada no próximo mês

Por Da Redação 6 abr 2011, 05h53

O Tribunal de Milão anunciou nesta quarta-feira que o julgamento do primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi foi adiado para o final de maio.

No escandâlo que ficou conhecido como “Rubygate”, Berlusconi é acusado de abuso de poder e de manter relações sexuais com uma menor de idade, a marroquina Karima El Mahroug, conhecida como Ruby.

Berlusconi não compareceu ao julgamento, agendado para começar nesta quarta-feira. Diante da ausência do primeiro-ministro, não justificada legalmente por seu advogado, o tribunal decidiu adiar a sessão.

O julgamento revestiu-se de ainda mais polêmica na semana passada, quando o advogado de defesa de Berlusconi declarou que celebridades como George Clooney e Cristiano Ronaldo fazem parte da lista de testemunhas de defesa.

George Clooney e sua namorada, a atriz italiana Elisabetta Canalis, figuram na lista, já que a jovem Ruby afirmou em interrogatório ter visto o casal na mansão de Arcore de Berlusconi, próxima a Milão (norte).

O astro do Real Madrid Cristiano Ronaldo também está nesta lista feita pela defesa. Ruby afirma ter recebido 4 mil euros do jogador durante um encontro em uma discoteca de Milão para passar a noite com ele.

Continua após a publicidade
Publicidade