Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Três explosões no lugar onde está encurralado o assassino de Toulouse

Por Da Redação 22 mar 2012, 07h24

Paris, 22 mar (EFE).- Ao menos três explosões foram ouvidas nesta manhã por volta das 10h30 (6h30 de Brasília) no local onde está encurralado pela Polícia francesa o suposto autor dos sete assassinatos em Toulouse (sul da França) e em mais um município vizinho nos últimos dias.

Cada explosão ocorreu com alguns segundos de diferença entre elas em meio a uma grande atividade da Polícia e dos bombeiros em torno do prédio de número 17 da

Rua Sergent Vigné de Toulouse, reduto no qual o assassino confesso Mohammed Merah está cercado há mais de 31h30.

Uma ambulância dos bombeiros foi atravessada em uma das ruas a partir de onde as TVs transmitem ao vivo a operação, e várias macas foram retiradas dos veículos. Instantes depois, no entanto, tudo voltou ao normal.

O ministro do Interior, Claude Guéant, esteve nas proximidades falando com agentes do RAID, corpo de elite da Polícia francesa encarregada pela vigilância.

Guéant deu a entender em entrevista no início da manhã que o suspeito dos massacres de Toulouse e Montauban poderia estar morto, já que desde as 23h de quarta-feira à noite (19h de Brasília) não é possível manter contato com ele. Na última conversa, o suspeito disse que não iria se entregar porque preferia ‘morrer com as armas na mão’. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade