Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Traços de cocaína são encontrados em banheiros do Parlamento britânico

Vestígios da droga foram localizados por perícia em 11 locais dentro da sede do Legislativo, inclusive em um banheiro próximo ao gabinete do premiê

Por Julia Braun 9 dez 2021, 09h34

Vestígios de cocaína foram encontrados em banheiros do Parlamento do Reino Unido, em Londres. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornal Sunday Times no final de semana e tem causado preocupação entre diversos deputados, que acionaram a polícia por conta própria para conduzir uma investigação.

Segundo a reportagem, foram detectados rastros da droga em 11 de 12 locais testados por uma perícia independente no prédio. Os vestígios foram encontrados, inclusive, em banheiros ao lado do gabinete do primeiro-ministro, Boris Johnson, e da ministra do Interior, Priti Patel.

Os locais examinados são de acesso exclusivo de deputados, assessores e outros funcionários. “Há uma cultura da cocaína no Parlamento”, comentou um ex-deputado ao Sunday Times, afirmando que algumas pessoas fazem uso constante da droga.

Assim que a notícia vazou, diversos parlamentares se mostraram preocupados e acionaram a política para investigar o caso a fundo. Lindsay Hoyle, presidente da Câmara dos Comuns, garantiu que os responsáveis serão punidos. “Os relatos do uso indevido de drogas no Parlamento dados ao Sunday Times são profundamente preocupantes – e irei tratá-los como prioridade com a Polícia Metropolitana ainda esta semana”, disse Hoyle.

O porta-voz do premiê Boris Johnson, Max Blain, também comentou o caso e afirmou que as notícias “são preocupantes”.

A polêmica acontece no momento em que Johnson anuncia um novo plano de dez anos para travar uma batalha contra o consumo de drogas no Reino Unido. O primeiro-ministro promete o maior investimento de todos os tempos no tratamento e recuperação de viciados, bem como medidas mais rígidas para punir motoristas pegos dirigindo sob o uso de substâncias e traficantes.

Calcula-se que mais de 300.000 pessoas na Inglaterra tenham algum tipo de vício em heroína ou crack. O uso das drogas também está constantemente associado a crimes de furto, roubo e homicídio.

Continua após a publicidade

Publicidade