Clique e assine a partir de 8,90/mês

Tóquio chama seu embaixador em Pequim para consultas

Por Da Redação - 15 jul 2012, 01h22

Tóquio, 15 jul (EFE).- O embaixador japonês em Pequim partiu neste domingo da capital chinesa rumo a Tóquio após ser chamado para consultas pelo chanceler japonês, Koichiro Gemba, para analisar os últimos fatos relacionados com a disputa territorial que ambos os países mantêm no Mar da China Oriental.

O chamado para consultas acontece depois que esta semana o Japão fez um protesto, após detectar a presença de pesqueiros chineses em águas das ilhas Senkaku, situadas a cerca de 400 quilômetros a oeste da ilha de Okinawa.

A soberania deste arquipélago desabitado, conhecido como Diaoyu na China, é objeto de uma disputa entre China e Japão, além de Taiwan (onde é conhecido como Tiaoyutai), há décadas.

O embaixador japonês na China, Uichiro Niwa, assegurou em declarações publicadas pela agência ‘Kyodo’ que vai Tóquio ‘para informar sobre a situação’, incluindo a presença dos navios chineses em águas destas ilhas.

Niwa também considerou provável seu retorno imediato a Pequim após revisar a situação com Gemba.

O chanceler japonês assegurou que Niwa será enviado de novo a Pequim, que sua convocação tem como único objetivo que ele lhe relate diretamente sobre o estado atual dos laços bilaterais, e que não se trata de uma forma de protesto contra a China. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade