Clique e assine a partir de 9,90/mês

Teste cognitivo de Trump: você também poderia governar os EUA?

Trump obteve nota máxima em teste que pede, por exemplo, para que se dê nomes a figuras de animais como "leão" e "rinoceronte"

Por Solly Boussidan - Atualizado em 17 jan 2018, 23h50 - Publicado em 17 jan 2018, 23h18

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, passou na última sexta-feira pelo exame médico de checagem da saúde presidencial. Devido às crescentes críticas de que não teria capacidade mental para governar o país, Trump pediu a seu médico, Dr. Ronny Jackson, que incluísse um teste cognitivo na bateria de exames, apesar disso não estar previsto no protocolo. Trump passou em ambos os testes mentais e de saúde física, de acordo com o médico.

Jackson disse durante conferência de imprensa na Casa Branca que ele incluiu na bateria de exames o Montreal Cognitive Assessment (Avaliação Cognitiva de Montreal, ou MOCA, na sigla inglesa). O teste é utilizado para detectar de forma rápida disfunções cognitivas de nível moderado. Pacientes que passam no teste são dispensados de realizar outros testes mais complexos.

O MOCA leva cerca de dez minutos para ser realizado e a pontuação máxima possível é 30. Notas acima de 26 pontos indicam função cognitiva normal. Trump obteve a nota máxima no teste, o que, de acordo com Jackson, significa que “o presidente é mentalmente muito afiado e intacto”. “Ele está apto a governar e eu não recomendaria nenhum teste além deste”, disse o médico, destacando que essa é a primeira vez que um presidente americano realiza um teste cognitivo enquanto governa.VEJA obteve uma cópia do exame aplicado a Trump. Em grande medida, são perguntas bastante simples, que envolvem dar nomes a figuras de animais comuns, desenhar um relógio, lembrar sequências curtas de números e palavras, além de realizar contas básicas de subtração.

O teste na íntegra encontra-se logo abaixo, traduzido para o português, permitindo que você também verifique se possui a capacidade cognitiva necessária para ser presidente dos Estados Unidos.

Avaliação Cognitiva de Montreal realizada pelo presidente Trump em 12/1/2018.
Avaliação Cognitiva de Montreal realizada pelo presidente Trump em 12/1/2018. dementia.ie/VEJA.com
Publicidade