Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Terremoto de 7 graus sacode litoral central do Japão

O tremor, no entanto, não causou tsunami. Em Tóquio, o abalo sísmico foi sentido com uma intensidade de 4 graus, mas sem graves incidentes

Por Da Redação 1 jan 2012, 03h27

Um terremoto de 7,0 graus de magnitude sacudiu o Japão, mas não provocou vítimas, neste domingo, dia em que o imperador Akihito discursou à nação para expressar a mensagem de Ano Novo, na qual pediu apoio à reconstrução do país após o terremoto e tsunami de março do ano passado.

A Agência Meteorológica do Japão informa que o terremoto ocorreu às 14h28 hora local (3h28 de Brasília) em águas afastadas da área central de Torishima Kinkai, a uma profundidade de 370 quilômetros.

O epicentro foi localizado nas proximidades de Torishima, ilha que fica 560 km ao sul da capital japonesa, no Oceano Pacífico, e a 370 km de profundidade, segundo a agência. Para o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS), a profundidade foi de 348 km.

O terremoto atingiu áreas e cidades afetadas pelo tremor do dia 11 de março como Iwanuma, na província de Miyagi; Hitachi, na de Ibaraki; e Minamisoma, em Fukushima.

Além disso, em Tóquio o terremoto foi sentido com uma intensidade de 4 graus, mas sem que se tenham registrado incidentes.

Segundo a televisão japonesa NHK, o tremor não causou nenhuma alteração nos trens e os principais aeroportos operam com normalidade.

O Japão fica sobre uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo e por isso que os terremotos ocorrem com relativa frequência, embora na maioria dos casos sem graves consequências.

O terremoto e posterior tsunami que arrasou o nordeste do país no dia 11 de março causaram 15.844 mortos e 3.451 desaparecidos, segundo dados atualizados em 30 de dezembro pela polícia japonesa.

(Com Agências EFE e France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade