Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Talibãs paquistaneses anunciam apoio ao Estado Islâmico

Os terroristas do Paquistão pediram para os extremistas islâmicos esquecerem as rivalidades e apoiarem o grupo jihadista que atua no Iraque e na Síria

O principal grupo talibã do Paquistão, o Tehrik-e-Taliban Paquistão (TTP), anunciou seu apoio ao Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria. A organização paquistanesa ajudará os extremistas do Oriente Médio com o envio de insurgentes. A aliança do TTP com o EI foi anunciada em comunicado pelo líder do grupo paquistanês, o mulá Fazlula, neste sábado, às vésperas da Festa do Sacrifício muçulmana, disse Rehman Shah, porta-voz do governo na região onde se refugiam os talibãs, próxima da fronteira com o Afeganistão.

“Irmãos, nos sentimos orgulhosos por vossas vitórias. Estamos com vocês nos bons momentos e nos maus. Os enviaremos mujahidines [‘guerreiros santos’]”, disse o comunicado. “Nestes dias problemáticos, pedimos paciência e unidade já que seus inimigos estão unidos contra vocês. Esqueçam as rivalidades”, acrescentou no texto escrito em urdu, pashtun e árabe. O EI tentou se expandir com pouco sucesso no sul da Ásia, uma área dominada pelos movimentos talibãs que lutam contra os governos de Paquistão e Afeganistão.

Leia também

Casa Branca confirma que refém do EI é o americano Peter Kassing

EI divulga vídeo com decapitação de 2º refém britânico

Hospitalizado, pai de refém do EI faz apelo em vídeo

Pelo menos dezesseis membros do EI e onze milicianos curdos morreram nesses combates, indicou o Observatório em comunicado. Desde o começo da ofensiva do EI na região, os radicais tomaram mais de 350 povoados dos arredores Kobani. Os curdos consideram que a única forma de vencê-los seria destruindo suas armas pesadas, que lhes tornam superiores no terreno.

(Com agências EFE e Reuters)