Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Suu Kyi anuncia que LND pode concorrer às eleições de abril

Por Da Redação 5 jan 2012, 11h00

Bangcoc, 5 dez (EFE).- A chefe da oposição democrática de Mianmar, Aung San Suu Kyi, anunciou nesta quinta-feira que seu partido, a Liga Nacional para a Democracia (LND), recebeu autorização oficial para concorrer às eleições de 1º de abril.

A televisão do país confirmou a aprovação pela Comissão Eleitoral. No entanto, a nobel da paz não quis falar com a imprensa em Yangun sobre sua candidatura a uma das 48 cadeiras vazias nos Parlamentos nacional e regionais.

‘Certamente vou me apresentar às eleições quando chegar o momento’, declarou Suu Kyi em novembro em uma videoconferência em Yangun com o Conselho das Relações Exteriores (CFR) em Washington.

A ‘dama’, como é conhecida Suu Kyi em Mianmar não participa das eleições democráticas de seu país desde 1989, quando foi posta sob prisão domiciliar para impedir sua candidatura nos pleitos legislativos do ano seguinte, nos quais sua formação ganhou com maioria absoluta.

Nas eleições parlamentares seguintes, em 6 de novembro de 2010, Suu Kyi continuou sob prisão domiciliar, uma semana antes de ser colocada em liberdade.

Mianmar passa agora por uma fase de reformas desde a dissolução da Junta Militar, em março de 2011, e a formação de um Governo civil, embora esteja integrado em sua maioria por antigos generais e coronéis. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade