Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Suprema Corte suspende execução de condenado no Texas

Justiça americana avalia como racista depoimento de testemunha de acusação

Por Da Redação 16 set 2011, 01h54

A Suprema Corte dos Estados Unidos suspendeu a execução programada para esta quinta-feira no Texas de um homem negro condenado por duplo assassinato, após admitir uma apelação de sua defesa, que argumenta que a sentença foi injusta porque teve a influência de um testemunho racista.

A Suprema Corte decidiu cancelar a execução de Duane Buck, que seria feita por injeção letal, declarou um porta-voz do Departamento de Justiça Criminal do Texas.

Buck, de 48 anos, foi condenado à morte pelo assassinato, em 1995 em Houston, de sua ex-namorada e de outro homem, uma semana após ter rompido a relação com a mulher.

De acordo a Justiça americana, a culpabilidade de Buck não está em dúvida, mas sim a validade do depoimento de uma das testemunhas de acusação. À época do julgamento, essa testemunha declarou que os criminosos negros representam um perigo maior à sociedade caso sejam libertados.

Além da solicitação de adiamento da execução à Suprema Corte, os defensores de Buck também apelaram ao governador do Texas, Rick Perry, conhecido defensor da pena de morte e favorito, segundo as últimas enquetes, para ser o candidato republicano nas eleições presidenciais de 2012.

(com Agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade