Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Síria: Número de mortos nos atentados em Damasco e Homs supera os 150

Por Da Redação 22 fev 2016, 08h08

O número de mortos nos atentados deste domingo nas áreas de maioria xiita de Damasco e na cidade de Homs, no centro da Síria, subiu para 155 pessoas, 99 delas civis, segundo os últimos dados divulgados nesta segunda-feira pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos, ONG que monitora a guerra civil. Pelo menos 96 vítimas morreram em quatro explosões na região de Sayida Zeinab, no sul de Damasco. Duas das explosões foram de carros-bomba, a terceira foi causado por um terrorista suicida com um colete de explosivos e o quarto ainda não tem origem conhecida. O Observatório acrescentou que há mais de 100 feridos, dezenas em estado grave.

Já o número de mortos na explosão de dois carros-bomba no bairro de maioria alauita (facção à qual pertence o ditador sírio Bashar Assad) de Al Zahra, em Homs, aumentou para 59, entre os quais há 39 civis. Os meios de comunicação oficiais sírios também elevaram o saldo de vítimas nesta série de atentados.

Leia também

Série de atentados mata pelos 120 pessoas na Síria

Duplo atentado na Síria mata pelo menos 46 pessoas

Continua após a publicidade

Estado Islâmico recrutou 1.800 menores na Síria em 2015

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou em comunicados divulgados na internet a autoria destes ataques em Damasco e Homs. Os atentados coincidiram com o anúncio do secretário de Estado americano, John Kerry, de um “acordo provisório” com seu colega russo, Sergei Lavrov, para uma trégua no conflito sírio.

A guerra civil na Síria, que vai completar cinco anos em março, já matou mais de 250.000 pessoas não há indicações de que o conflito esteja próximo do fim. Os protestos contra o regime para tirar Assad do poder se transformaram em uma violenta guerra civil sectária que dividiu ainda mais o país. A oposição síria moderada perdeu espaço com o avanço de diversos grupos extremistas, sendo o Estado Islâmico o mais poderoso deles.

(Da redação)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês