Clique e assine a partir de 9,90/mês

Síria estabelece relações formais com Líbano

Por Da Redação - 14 out 2008, 09h49

A Síria admitiu a soberania do Líbano pela primeira vez nesta terça-feira. O reconhecimento foi feito pelo presidente sírio, Bashar Assad, durante a leitura de um decreto que prevê o estabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países. Segundo a agência estatal de notícias da Síria, será instalada em Beirute uma missão diplomática para a República Árabe Síria com o status de embaixada. O governo, no entanto, não deu maiores detalhes e nem fixou um prazo.

Síria e Líbano não têm relações diplomáticas desde a década de 40, quando obtiveram independência da França. Em agosto de 2008, durante uma visita do presidente libanês, Michel Sleiman, a Damasco, os dois países haviam concordado em estabelecer laços diplomáticos. O estabelecimento de relações entre Beirute e Damasco tem sido defendido tanto por políticos libaneses anti-Síria, como pelos Estados Unidos, que apóiam o Líbano. De 1991 a 2005, os dois países árabes conseguiram manter uma relação amigável de cooperação em questões políticas, econômicas e de segurança.

O quadro mudou após um atentado contra o ex-premiê libanês, Rafik Hariri. Diante de uma pressão internacional encabeçada pelos americanos, a Síria teve que retirar suas tropas do Líbano, após cerca de 30 anos de ocupação. Damasco, no entanto, nega as acusações de envolvimento no assassinato.

Publicidade