Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sete soldados da Otan morrem em ataque no Afeganistão

Horas depois do atentado, Pentágono informa que militares eram americanos

Sete soldados americanos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) foram mortos na explosão de uma bomba, no sul do Afeganistão, nesta quinta-feira. O incidente foi o pior envolvendo tropas estrangeiras em um mês.

“Sete membros do serviço da Força Internacional de Assistência para Segurança (Fias) morreram após um ataque com um explosivo improvisado no sul do Afeganistão”, informou a Fias em um breve comunicado.

Bombas caseiras são armas usadas com frequência pelos insurgentes no Afeganistão. Mais de 50% das baixas sofridas pelas tropas estrangeiras são provocadas por ataques com este tipo de artefato.

Outro soldado da Fias foi morto em um incidente separado, nesta quinta-feira, quando um helicóptero caiu no leste do país. A coalizão ainda não sabe a causa da queda.

Soldados – A aliança não costuma divulgar as nacionalidades dos mortos até que os ministérios da Defesa dos países em questão tenham sido informados. Contudo, horas depois do atentado no sul do país, o Pentágono informou que os sete soldados mortos eram dos EUA. Os militares americanos, britânicos e canadenses formam a maior parte das tropas Fias nesta região do Afeganistão.

Quase 200 soldados estrangeiros morreram no país este ano. As tropas da coalizão estão se preparando para iniciar uma redução gradual das suas forças a partir de julho. Os últimos contingentes devem deixar o país até o final de 2014.

(Com agência Reuters)