Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Série de ataques e explosões deixa 12 mortos no oeste do Iraque

Por Da Redação 15 jan 2012, 14h13

Bagdá, 15 jan (EFE).- Uma série de ataques e explosões sacudiu neste domingo a cidade iraquiana de Ramadi, a oeste de Bagdá, provocando a morte de 12 pessoas, entre elas seis policiais, e ferimentos em outras 32, informou à Agência Efe a Polícia.

Conforme a Polícia cinco explosões foram registradas, uma delas cometida por um terrorista suicida, em diferentes pontos da cidade, capital da província de maioria sunita de Al Anbar.

A mais violenta das detonações foi registrada na entrada da sede da Polícia antiterrorista de Ramadi, que foi atacada por um grupo de homens armados. Após horas de confrontos, as forças da ordem tomaram o controle do prédio e libertaram os reféns.

Seis das vítimas deste domingo em Ramadi eram policiais e os outros seis, homens armados, enquanto entre os feridos havia 14 agentes.

Esses ataques aconteceram durante a presença no Iraque do subsecretário de Estado dos Estados Unidos, William J. Burns, que continua suas reuniões com os principais líderes iraquianos na tentativa de solucionar o conflito político no país.

Desde dezembro, o Iraque vive uma grave crise política por causa da ordem de detenção emitida no mesmo mês contra o vice-presidente sunita, Tareq Al Hashemi, por suposto envolvimento em atos de terrorismo.

Os ataques deste domingo ocorreram apenas um dia após o ‘número dois’ do regime do ditador Saddam Hussein, Izzat Ibrahim Al Douri, cujo paradeiro é desconhecido, ter afirmado que seus grupos ‘combaterão com as armas’ o processo político no Iraque. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade