Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Saiba quais os períodos mais baratos para viajar neste verão

Mês de novembro e segunda quinzena de janeiro são os melhores momentos para economizar até 40% nas passagens aéreas

Por Da redação Atualizado em 31 out 2016, 17h15 - Publicado em 31 out 2016, 15h20

O período das férias do verão brasileiro é um dos mais caros para se viajar e um dos mais procurados também. No entanto, pesquisando bem e buscando as datas menos concorridas é possível economizar. Para ajudar os turistas brasileiros nessa escolha, o site de busca de passagens aéreas e hospedagem Skyscanner mapeou as semanas dos próximos meses de acordo com os gastos previstos nas viagens.

De acordo com a pesquisa, o mês de novembro, que antecede o início do verão, é o melhor momento para viagens pelo Brasil, Estados Unidos, Europa ou América do Sul. Quem deseja conhecer os EUA pode optar pela primeira semana de novembro, que está 37% mais barata do que a primeira semana de janeiro, considerada a mais cara, segundo o levantamento. Na mesma época, as viagens para a Europa também estão 42% mais baratas.

Já para quem só conseguem viajar no período de férias escolares, o ideal é aproveitar a semana do dia 08 de dezembro. Nesse período, é possível economizar até 8% nas passagens aéreas para o Brasil, 14% para os Estados Unidos, 16% para Europa e 15% para América do Sul, todos em comparação com a última semana do ano.

“Historicamente, entre os dias 22 a 31 de dezembro, é o período mais caro para se viajar tanto no Brasil quanto para o Exterior. Porém, a análise do Skyscanner mostra que, como a virada de 2016 para 2017 será em um fim de semana, a primeira quinzena de janeiro deve ser evitada, pois os preços estão relativamente mais altos”, comenta Mark Crossey, gerente de produto para a América Latina do Skyscanner.

Ainda segundo o levantamento, para a alta temporada do verão, o mais indicado é viajar depois do dia 19 de janeiro. Na comparação com a primeira semana do ano de 2017, os viajantes conseguem economizar até 26% nas viagens para destinos europeus, 23% para os Estados Unidos, 12% dentro do Brasil e 7% para outros destinos na América Latina.

O mais importante é tentar evitar o período que vai de 15 de dezembro de 2016 e 12 de janeiro de 2017, quando os preços dos voos para praticamente todos os destinos estão muito mais caros, chegando quase ao dobro do seu preço original.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)