Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Rússia fica de luto pelos mortos em inundações

Chuvas torrenciais já deixaram 171 mortos segundo o governo

Por Da Redação 9 jul 2012, 04h07

A Rússia declarou esta segunda-feira um dia nacional de luto pelos 171 mortos nas inundações registradas este fim de semana no sul do país, no litoral do Mar Negro. Segundo os últimos dados divulgados pelo governo, das 171 vítimas das chuvas que arrasaram milhares de casas na região de Krasnodar, a maioria residia no município de Krimski, onde 159 pessoas morreram.

Muitos habitantes locais denunciaram que a cidade foi arrasada por uma onda de mais de sete metros que, segundo eles, pode ter acontecido nem tanto pelas chuvas, mas devido ao transbordamento da represa de Neberdzhayevsk, situada em uma montanha nos arredores.

As autoridades reconheceram que a represa transbordou várias vezes durante as chuvas torrenciais, mas descartaram que os “vazamentos ordinários” fossem a causa das inundações. Um grupo de cidadãos e jornalistas sobrevoou a represa de helicóptero e pôde comprovar, segundo informa a agência Interfax, que a reserva de água não dispõe de comportas que permitam descarregar todo seu conteúdo.

Os desabrigados pelas inundações na comarca de Kuban chegam a mais de 24.000 pessoas, que perderam tudo ou quase em apenas algumas horas da madrugada do sábado, nas quais as precipitações superaram em alguns casos o habitual em cinco meses.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade