Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ruptura de dique causa morte de 5 pessoas por afogamento na Bulgária

Sófia, 6 fev (EFE).- Ao menos cinco pessoas morreram afogadas nesta segunda-feira na pequena localidade búlgara de Biser pela ruptura de um dique de um reservatório causada por uma onda gigante, provocada pelo degelo.

‘Os corpos dos três homens, de idades entre 60 e 90 anos, foram recuperados pelas equipes de resgate e, segundo os primeiros indícios, os três morreram afogados’, declarou a prefeita de Biser, Zlatka Angelova, à agência búlgara ‘BTA’.

Além disso, um homem e uma mulher de meia idade morreram quando o carro no qual estavam caiu em um barranco após a ponte da estrada principal perto da cidade de Harmanli se romper, atingida pelas águas de um rio que havia transbordado.

Segundo a prefeita uma onda de quase três metros inundou mais de 90% da cidade, para onde foram enviadas várias equipes de resgate da Defesa Civil e do Exército. Nessas operações, também participaram dois helicópteros militares e quatro automóveis blindados.

Até o momento, foram resgatadas mais de 50 pessoas que conseguiram escapar subindo nas partes mais altas de suas casas, já que a água deixou alagados os andares mais baixos dos prédios.

Em outras duas represas da mesma região também há risco de que, devido ao degelo, haja rompimento dos diques de contenção, o que levou as autoridades a começarem a esvaziar as instalações, como medida de precaução.

Todo o sul da Bulgária está em alerta máximo e três regiões declararam estado de emergência por causa das diversas inundações causadas pelo degelo da grande quantidade de neve que caiu durante a onda de frio intenso que atingiu os Bálcãs e outras partes da Europa. A esse quadro se acrescentaram fortes chuvas após a alta das temperaturas, deixando várias estradas intransitáveis.

Cerca de 300 metros da rodovia internacional E-80 no sentido da fronteira com a Turquia estão alagados e, pouco antes do fechamento para o tráfego, as autoridades resgataram com um helicóptero um homem que subiu no teto de seu carro para se salvar.

Os meteorologistas previram uma forte queda das temperaturas nos próximos dois dias, além de novos temporais.

Os especialistas advertiram que uma nova camada de até 50 centímetros de neve e ventos vindos do nordeste também devem provocar mais geadas. EFE