Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Romney lança campanha após vencer em mais cinco estados

Por Chip Somodevilla 25 abr 2012, 07h06

O pré-candidato à presidência dos Estados Unidos Mitt Romney venceu na terça-feira as primárias nos estados de Delaware, Connecticut, Pensilvania, Nova York e Rhode Island (nordeste), e já começou a falar como o indicado republicano para as eleições de novembro.

A Convenção Nacional do Partido Republicano em Tampa (Flórida) no fim de agosto será a responsável por anunciar oficialmente o candidato, mas Romney não perdeu tempo e enviou uma mensagem aos simpatizantes.

“Aguentem ainda um pouco mais. Uma nova América começa esta noite”, disse.

Após a apuração em 220 das 236 circunscrições em Delaware, Romney obtinha 56% dos votos, contra 27% para o ex-presidente da Câmara de Representantes Newt Gingrich e 11% para o congressista Ron Paul, segundo a CBS News.

Em Connecticut, Romney recebia 67% dos votos, depois da apuração de 25% das urnas, segundo a rede MSNBC. Paul aparecia com 14% e Gingrich, com 11%.

Em Rhode Island, após a apuração de 59% dos votos, Romney liderava com 63%, contra 25% para Paul e 6% para Gingrich.

Romney também venceu na Pensilvânia e em Nova York, segundo as redes de TV.

“Esta noite marca o início de uma nova campanha”, disse Romney a seus partidários em New Hampshire, palco de sua primeira vitória nas primárias republicanas, em janeiro passado.

Continua após a publicidade

“Esta noite marca o início do fim das decepções de anos de (presidência de Barack) Obama e o início de um novo e melhor capítulo que vamos escrever juntos”.

Romney já fala como candidato, mas terá que esperar a Convenção Nacional do Partido Republicano para ser indicado oficialmente candidato à disputa contra o presidente democrata Barack Obama.

Fortalecido com as vitórias desta terça-feira, o moderado Romney falou abertamente como candidato republicano, convocando os eleitores a expulsar Obama do poder.

Até esta terça-feira, Romney já havia conquistado 683 dos 1.144 delegados necessários para obter a indicação republicana, segundo o site especializado RealClearPolitics.

Os cinco estados em disputa hoje concediam 230 delegados, e Romney ficou com quase todos.

Do lado democrata, os coordenadores da campanha de Obama já consideram Mitt Romney o rival do presidente na eleição de novembro e advertiram para os riscos de votar a favor de políticas econômicas geradoras de novas crise.

“Mitt Romney dedicou o ano passado a tentar derrubar o presidente com uma mensagem negativa, criticado inclusive por republicanos que o apoiaram”, afirmou o porta-voz da campanha de Obama, Ben LaBolt.

“A vitória dele na disputa republicana “marca o final do monólogo. Agora deverá comparar suas políticas e agendas com as do presidente”, completou.

Continua após a publicidade

Publicidade