Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Revista diz que presidente francês mantém caso com atriz

Hollande reagiu à publicação de fotos com Julie Gayet afirmando que tem direito à privacidade - e que estuda processar a publicação

A revista de fofocas francesa Closer afirma, em sua edição desta sexta-feira, que o presidente do país, François Hollande, mantém um affaire com a atriz Julie Gayet. Em uma reportagem de sete páginas, a publicação traz fotos e revelações que, segundo a revista, comprovariam o romance. Hollande, casado com a jornalista Valerie Trierweiler, se pronunciou sobre o caso – e afirmou que estuda processar a publicação. O presidente francês afirmou que tem direito à privacidade “como qualquer outro cidadão”. “Lamento profundamente as violações do meu direito à privacidade”, disse.

A capa da publicação mostra uma foto do presidente com o seguinte título: François Hollande e Julie Gayet – O amor secreto do presidente. “No dia do Ano Novo, o chefe de Estado, de capacete, visita de scooter a atriz em sua residência, onde o presidente costuma passar a noite”, informa o site da revista. “São fotos impressionantes (…) que levantam questões sobre a segurança do presidente. O chefe de Estado está acompanhado apenas por um guarda-costas, que protege o segredo destes encontros com a atriz e até leva croissants”, detalha.

Leia também:

De Paris: Hollande com a faca e o queijo na mão

Para franceses, Hollande é pior presidente em 30 anos, diz pesquisa

A atriz francesa Julie Gayet, de 41 anos, já atuou em mais de 50 filmes de cinema e de televisão e, em março de 2013, já tinha pedido ao Ministério Público de Paris para identificar os autores de um boato que começava a circular nas redes sociais sobre um suposto caso seu com François Hollande. Em 2012, Gayet participou de um videoclipe eleitoral do candidato Hollande à Presidência, a quem qualificava de homem “humilde, formidável e que escuta de verdade”. A atriz é casada desde 2003 com o roteirista argentino Santiago Amigorena, e tem dois filhos.

Antes da união com Trierweiler, Hollande foi casado com Ségolène Royal, mãe de seus quatro filhos e ex-candidata à Presidência francesa pelo Partido Socialista em 2007 – à época ela perdeu as eleições para Nicolas Sarkozy.

A presidente da Frente Nacional, opositora de extrema-direita, Marine Le Pen, denunciou a atitude da imprensa e exigiu “o respeito à privacidade de todos”. Já Harlem Désir, secretário do Partido Socialista, ao qual Hollande pertence, declarou que “o assunto não envolve a política” e que, portanto, não deve formar parte do debate político. “Tem que existir um respeito da pessoa privada e também da função presidencial”, declarou Désir.