Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reunião da Unasul termina sem solução para crise entre Colômbia e Venezuela

O encontro do Conselho de Chanceleres da União de Nações Sul-americanas (Unasul) terminou na noite desta quinta-feira sem acordos de solução sobre a crise diplomática entre Venezuela e Colômbia.

Os chanceleres pediram à presidência rotativa do órgão, a cargo do Equador, que convoque uma cúpula presidencial, o mais rápido possível, para que os governantes dos doze países membros do organismo analisem as diferentes posições apresentadas hoje durante a reunião.

Ao final do encontro, Jaime Bermúdez, chanceler colombiano, falou com a imprensa e reiterou que os inimigos da Colômbia são dois: “o narcotráfico e o terrorismo”. “Com os povos irmãos, com os países vizinhos, queremos a melhor relação, mas para superar as dificuldades, a Colômbia precisa combater isso.”

Bermúdez reiterou a denúncia de que guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) se refugiam em território venezuelano, aos quais pediu que se desmobilizem.

O presidente venezuelano Hugo Chávez rompeu as relações diplomáticas com a Colômbia após o governo de Álvaro Uribe denunciar na OEA a suposta presença de guerrilheiros em território venezuelano, com o possível consentimento de Caracas.

(com Agência Estado)