Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Reforma tributária de Trump deve ser aprovada ainda hoje

Aprovação da medida será a primeira grande vitória legislativa do presidente americano

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, de maioria republicana, deve dar a aprovação final nesta quarta (20) para o projeto de lei de reforma tributária do país. Assim que o presidente Donald Trump sancionar a medida, consagrará sua primeira grande vitória legislativa desde que assumiu o cargo.

A proposta é a maior revisão do código tributário dos Estados Unidos em 30 anos. A legislação reduz o imposto de renda corporativo dos americanos de 35% para 21%. Também dá a outros empresários uma dedução de 20% sobre as receitas e reestrutura a forma como os Estados Unidos taxam as multinacionais, em benefício de empresas americanas.

A Câmara dos Deputados aprovou o pacote de impostos na terça à tarde e o Senado aprovou o projeto de lei nas primeiras horas desta quarta, com 51 votos favoráveis e 48 contrários. A casa legislativa, porém, teve que devolvê-lo à Câmara para uma votação final devido a um empecilho processual, mas isso não deve mudar o resultado.

Os democratas criticaram a legislação e afirmaram que ela é um prêmio para os mais ricos e as empresas que deve ampliar a desigualdade social. Além disso, disseram que ela acrescentará 1,5 trilhão de dólares à dívida nacional de 20 trilhões ao longo da próxima década.

As promessas da administração Trump eram de que a reforma tributária se concentraria na classe média e não reduziria os impostos para os mais ricos. Porém, o Centro de Política Tributário, um instituto de pesquisa em Washington que não é ligado a partidos, estimou que as famílias de classe média vão ter um corte médio de impostos de 900 dólares no próximo ano com a reforma tributária, enquanto o 1% mais rico dos americanos terá um corte médio de impostos de 51.000 dólares.