Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rebeldes derrubam helicóptero em região chave da Síria

Regime diz que cessar-fogo falhará por problemas na liderança da oposição

Os rebeldes derrubaram nesta quarta-feira um helicóptero de combate perto da cidade chave de Maaret al-Nooman, que o exército tenta retomar dos insurgentes, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Entenda o caso

  1. • Na onda da Primavera Árabe, que teve início na Tunísia, sírios saíram às ruas em 15 de março de 2011 para protestar contra o regime de Bashar Assad.
  2. • Desde então, os rebeldes sofrem violenta repressão pelas forças de segurança, que já mataram milhares de pessoas no país.
  3. • A ONU alerta que a situação humanitária é crítica e investiga denúncias de crimes contra a humanidade por parte do regime.

Leia mais no Tema ‘Guerra Civil na Síria’

“Os rebeldes derrubaram um helicóptero que participava dos combates em Maarhtat, na região de Maaret al-Nooman. Na localidade de Bsida foram vistos pedaços do aparelho”, afirmou o OSDH.

Também nesta quarta-feira, o regime da Síria disse que o cessar-fogo proposto pelo enviado internacional da ONU, Lakhdar Brahimi, falhará porque os rebeldes que tentam tirar Bashar Assad do poder não têm uma liderança organizada para respeitar o acordo.

Brahimi pediu ajuda a autoridades da região para negociar uma trégua na Síria durante o feriado muçulmano de Eid ul Adha, no final de outubro. A festa dura quatro dias e precede a peregrinação a Meca. Contudo, o jornal estatal Al-Thawra anunciou em sua edição desta quarta-feira que os rebeldes não estão suficientemente organizados para fazer com que todos respeitem o cessar-fogo do feriado.

Leia também:

Leia também: Turquia diz que falta de ação da ONU encoraja massacres na Síria

(Com agência France-Presse)