Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rajoy assume que reforma trabalhista irá custar uma greve ao governo

Bruxelas, 30 jan (EFE).- O chefe de governo espanhol, Mariano Rajoy, assumiu nesta segunda-feira em conversas com outros dirigentes europeus antes do início da cúpula da União Europeia que as reformas trabalhistas que o Executivo do país irá aprovar vão provocar uma greve.

Rajoy fez a declaração numa conversa informal com o primeiro-ministro finlandês, Jyrki Katainen, mas que foi captada pelas câmeras de televisão.

O chefe do governo espanhol afirmou que na sexta-feira seu Conselho de ministros aprovou a lei de estabilidade orçamentária, e que o próximo passo será dar sinal verde às reformas do setor financeiro e trabalhista.

‘A reforma nos vai custar uma greve’, comentou Rajoy a Katainen com ajuda de um intérprete.

Nessas conversas prévias também se escutou Rajoy explicar ao primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, que a situação no país é dura e que ainda demorará muito para a Espanha sair da crise, pois o atual governo herdou uma situação muito complicada e um déficit de mais de 8%. EFE