Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Protestos marcam véspera da Cúpula da Otan, nos EUA

Chicago (EUA), 19 mai (EFE).- Cidadãos insatisfeitos com o Governo do prefeito Rahm Emanuel e integrantes do movimento ‘Occupy’ se manifestaram neste sábado em Chicago, às vésperas de a cidade acolher a Cúpula da Otan, na qual participarão delegações e líderes de 62 países.

Os protestos foram pacíficos e minoritários frente ao que se espera para este domingo, quando a cúpula começar. Milhares de manifestantes preveem marchar rumo ao centro de convenções em McCormick Place, onde serão realizadas muitas das reuniões.

Centenas de pessoas se concentraram na porta da casa de Emanuel, prefeito da cidade e ex-chefe de gabinete do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para protestar contra os cortes que planeja fazer em clínicas de saúde mental, segundo o jornal ‘Chicago Tribune’.

Por outro lado, cerca de 150 pessoas do movimento ‘Occupy’ se concentraram na Praça Daley com palavras de ordem contra a Otan, Wall Street e a presença dos EUA no Afeganistão.

Entre os grupos que convocaram protestos estão ‘Occupy Chicago’, inspirado pelas manifestações contra os bancos realizadas em Nova York; a ‘Coalizão contra a agenda de guerra e pobreza da Otan e o Grupo dos 8’; os ‘Veteranos do Iraque contra a guerra’ e os anarquistas, que se opõem a todo tipo de Governo.

Estima-se que haverá em torno de 2.000 agentes disponíveis para garantir a segurança na cidade e impedir que haja distúrbios. EFE