Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Procurador ameaça intimar Trump

Muller quer respostas do presidente americano a 50 perguntas sobre a interferência da Rússia na sua eleição e atos suspeitos de obstruir a Justiça

O procurador federal que investiga a interferência russa nas eleições de 2016, Robert Mueller, ameaçou intimar o  presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apresentar-se diante de um tribunal se não responder voluntariamente a um questionário. A Casa Branca recebeu 50 questões em março, ainda não respondidas, segundo o jornal The New York Times.

A advertência foi feita por Muller aos advogados de Trump durante reunião no último dia 5 de março. Por meio do Twitter, o presidente reagiu na manhã desta quarta-feira. Chamou a investigação de “caça às bruxas” e negou ter cometido representar obstrução de Justiça, como suspeita Muller.

A advertência de Muller surgiu ao notar que, entre as opções consideradas pelos advogados de Trump, estava a de não colaborar com as investigações. A atitude provocou a ira dos defensores do presidente. John Dowd, advogado que liderava a equipe jurídica de Trump e que, semanas depois, pediu demissão, teria reagido na ocasião.

“Isto não é um jogo. Você está atrapalhando o trabalho do presidente dos Estados Unidos”, teria dito.

Mueller foi contratado há um ano pelo próprio governo americano para investigar a suposta ingerência russa nas últimas eleições para a Casa Branca e também as possíveis ligações entre a campanha de Trump e o Kremlin. A apuração, mais tarde foi ampliada para decisões do presidente americano que poderiam representar obstrução de Justiça.

(Com EFE)