Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Premiê iraquiano afirma governo turco está se tornando inimigo na região

O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, afirmou nesta sexta-feira que a Turquia está se tornando um país inimigo na região, ao tentar dominá-la e interferir nos assuntos internos de seus vizinhos.

“Prosseguir sua política interna e regional prejudicará os interesses da Turquia, e a tornará um Estado hostil”, afirmou Maliki em um comunicado.

Na quinta-feira, ao fazer um discurso para concluir um encontro em Istambul com o líder curdo Massud Barzani, o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, um sunita, criticou novamente seu homólogo iraquiano, um xiita, acusando-o de monopolizar o poder e de “egocentrismo” político, e discriminação dos grupos sunitas em seu governo, segundo a imprensa turca.

“O que ocorre no Iraque não permite prever nada de bom”, acrescentou Erdogan.

“Em sua última declaração, Erdogan volta a interferir nos assuntos internos (do Iraque) e mostra que ainda vive com a ilusão de que domina a região”, afirmou Maliki.

“É lamentável que essa declaração tenha uma dimensão confessional, pois, apesar dos desmentidos anteriores, esta dimensão aparece (nesta ocasião) de forma muito clara, e é rejeitada por todos os iraquianos”, acrescentou.