Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Portugal registra recorde de 10.000 contágios de Covid-19 em 24h

Proposta enviada por presidente para estender prazo do estado de emergência será votada nesta quarta-feira

Por Da Redação 6 jan 2021, 15h10

O governo de Portugal registrou nesta quarta-feira, 6, um recorde de 10.000 novos casos de Covid-19 registrados em 24 horas, ultrapassando a máxima anterior de dezembro, quando foram contabilizadas 7.627 infecções. Também foram divulgadas 91  mortes pela doença, segundo o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde (DGS).

Este é o quinto dia consecutivo que o país registra aumento no número de casos, ultrapassando até mesmo os modelos elaborados pelo Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que previa 8.506 novas infecções no dia 11 de janeiro, segundo o jornal português Publico.

Para tentar aliviar a situação, foi iniciada em 27 de dezembro a campanha de vacinação nacional, focada em primeira fase nos profissionais de saúde. Na segunda-feira 4, a campanha avançou para idosos e funcionários em 150 asilos em regiões com alta incidência do vírus, principalmente no norte do país.

Se o cronograma previsto for cumprido, na próxima segunda-feira, dia 11, a vacinação será estendida para o restante das casas de repouso do país. O governo prevê vacinar 950.000 pessoas até abril.

Apesar da campanha de vacinação, o presidente, Marcelo Rebelo, enviou ao Congresso uma proposta para estender o prazo do estado de emergência por mais oito dias, indo de 8 de janeiro ao dia 15. O texto será votado nesta quarta-feira e prevê a continuação das medidas anteriores, como o uso de máscara e a limitação de aglomerações.

Continua após a publicidade

O comércio também foi impactado pelas medidas. Os estabelecimento comerciais devem fechar entre as 20h e as 23h, restaurantes funcionam até às 00h e encerram às 01h com lotação limitada a 50% da capacidade. A venda de bebidas alcóolicas é proibida a partir das 20h.

“Eu sofri um grande impacto. Desde que as novas medidas foram implementadas, parece que todos perceberam que a vida normal não voltou e ficaram com medo”, diz Gustavo Karpyn, dono de um restaurante na cidade de Braga. “É um desafio e tanto, mas é temporário, à medida que a situação vá andando rumo à normalidade”, prevê.

Eleições presidenciais

Nesta quarta-feira, o presidente português teve que entrar em isolamento preventivo após contato com uma pessoa que testou positivo para Covid-19. Rebelo, de 72 anos, aguarda agora “os procedimentos das autoridades sanitárias”, que estão realizando uma “análise de risco” sobre sua situação, segundo um comunicado de seu gabinete.

A pessoa infectada que esteve em contato com Rebelo é um dos assessores do presidente, com quem esteve na última segunda-feira e que ficou sabendo dos resultados de seu teste nesta quarta de manhã.

O isolamento surge em meio à pré-campanha das eleições presidenciais em Portugal, que serão realizadas no próximo dia 24, na qual Rebelo busca a reeleição para mais cinco anos, com quase 60% das intenções de voto, segundo pesquisas de opinião.

Continua após a publicidade
Publicidade