Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Policial morre em uma batida antiterrorista no Egito

Cairo, 21 nov (EFE).- O Ministério do Interior do Egito informou em sua página no Facebook que um comandante da Segurança Central morreu e um coronel desse grupo ficou ferido por disparos na batida para prender dirigentes da organização terrorista Takfir wal Hijra (Excomunhão e Exílio) na cidade de Al Arish, no norte da península de Sinai.

A agência oficial egípcia ‘Mena’, que citou fontes de segurança, afirmou que os serviços policiais detiveram nessa operação um suposto terrorista de origem palestina e apreenderam em sua casa uma bomba e material para a fabricação de outros artefatos.

Na semana passada, as forças de segurança egípcias prenderam três supostos terroristas pertencentes ao mesmo grupo radical, acusados de atentados contra gasodutos no Egito.

Estes tipos de ataques acontecem com frequência desde a Revolução do 25 de Janeiro, principalmente em Al Arish, onde um conjunto de gasodutos procedentes do Mar Mediterrâneo se conectam com várias instalações para exportar gás a outros países da região.

O último destes atentados aconteceu no dia 10 de novembro e causou a interrupção da provisão de gás natural egípcio à Jordânia e Israel. EFE