Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Polícia turca prende 24 pessoas por tragédia em mina

Governo concluiu no sábado o trabalho de resgate; acidente deixou 301 mortos

Por Da Redação 18 Maio 2014, 11h25

A polícia da Turquia prendeu neste domingo 24 pessoas suspeitas de negligência, incluindo executivos da empresa que administra a mina de Soma (oeste do país), vinculada ao acidente da terça-feira que deixou 301 mortos.

O governo turco concluiu no sábado os trabalhos de resgate na mina de Soma, com a recuperação dos últimos corpos dos 301 mineiros falecidos no mais grave acidente industrial da história do país. O Ministério Público mobilizou dezenas de pessoas para investigar o incêndio e a explosão – aparentemente provocados por um curto-circuito – nessa mina privada de Soma.

Leia também:

Mineradora rejeita responsabilidade por explosão em mina

Protestos contra tragédia em mina terminam em confrontos

Um relatório preliminar sobre a investigação do acidente, obtido pelo jornal Milliyet, aponta várias irregularidades nas normas de segurança na mina, incluindo a escassez de detectores de monóxido de carbono e tetos de madeira, não de metal.

A tragédia provocou a indignação da população da Turquia e motivou acusações de culpa do governo. Muitos apontaram uma falta de sensibilidade do Executivo diante da tragédia.

(Com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade