Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia turca liberta noiva de 13 anos e prende seu pai

Ancara, 17 jan (EFE).- Uma menina de 13 anos foi libertada pela Polícia turca logo após o casamento organizado por seu pai com um jovem de 19 anos, uma prática comum, mas ilegal no país.

Diversos jornais turcos informaram nesta terça-feira que a operação aconteceu na segunda-feira quando os agentes interromperam o cortejo no qual os noivos e convidados se dirigiam a Birecik, no sudeste da Turquia, onde a adolescente iria morar com seu marido.

O noivo e os pais da menina foram detidos e a Procuradoria decidiu afastá-la de sua família e interná-la em uma instituição de menores.

Familiares declararam à imprensa turca que a adolescente, aluna do último ano do Ensino Fundamental, não foi obrigada a se casar e que havia conhecido o noivo pela internet.

Recente relatório entregue ao Parlamento turco aponta que em 28,2% dos casamentos na Turquia as noivas são menores de 18 anos. Esse número chega a 50% em algumas regiões do sudeste do país.

Na Turquia, é possível solicitar uma autorização judicial que autorize casamentos com menores, como fez o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan que casou seu filho com uma menina menor de 18 anos.

A maior parte dos casamentos com adolescentes ocorre apenas no religioso, não é reconhecido pela lei, o que deixa as mulheres sem direito de pensão ou qualquer tipo de benefício.

O relatório sobre esse fenômeno calcula que em 2008 havia na Turquia cerca de 181 mil esposas menores de idade, das quais 25 mil estão em Istambul, o que desmente a ideia de ser um problema limitado do sudeste do país. EFE