Clique e assine com até 92% de desconto

Polícia do Marrocos prende espanhol ligado a assassinato de turistas

Autoridades informaram que a prisão aconteceu em Marrakech e que o detido, cuja identidade não foi revelada, é alguém "de ideologia extremista e violenta"

Por EFE Atualizado em 29 dez 2018, 16h51 - Publicado em 29 dez 2018, 16h47

Rabat, 29 dez (EFE).- As autoridades marroquinas informaram neste sábado, 29, que prenderam um homem de nacionalidade espanhola e de origem suíça, que atualmente vive no país africano, supostamente vinculado aos detidos pelo assassinato de duas turistas nórdicas – uma norueguesa e uma dinamarquesa – em uma região montanhosa no Marrocos, no dia 17 de dezembro.

O Escritório Central de Investigação Judicial (BCIJ) do Marrocos informou hoje que a detenção aconteceu em Marrakech e que o detido, cuja identidade não foi revelada, é alguém “de ideologia extremista e violenta”, segundo um comunicado.

  • As autoridades marroquinas já detiveram os supostos autores desse atentado ocorrido em meados de dezembro contra duas mulheres, e cometido por quatro terroristas que gravaram um vídeo no qual aparecem jurando lealdade ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

    Publicidade