Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia da França prende suspeito de matar mulher na França

Ex-soldado de 47 anos é suspeito de ter assassinado uma mulher em uma casa de repouso onde vivem cerca de 60 missionários católicos

Um ex-soldado de 47 anos foi preso nesta sexta-feira suspeito de ter assassinado uma mulher em uma casa de repouso no sul da França, onde vivem cerca de 60 missionários católicos, disse uma fonte próxima à investigação. O homem, que foi preso perto de sua casa, é um ex-funcionário da casa de repouso, segundo a fonte.

A polícia francesa lançou uma caçada ao assassino na quinta-feira depois de encontrar a mulher morta na casa perto da cidade de Montpellier.

A França está em estado de emergência desde a onda de ataques islâmicos do ano passado, mas a polícia descartou qualquer ligação terrorista na morte da mulher.

“A esta altura não sabemos dizer exatamente qual foi o motivo do perpetrador, mas o que podemos dizer é que não há ligação, absolutamente nenhuma, com o terrorismo islâmico”, disse o procurador de Montpellier, Christophe Barret, aos repórteres.

Forças de segurança foram enviadas ao asilo em Montferrier-sur-Lez, cerca de 10 quilômetros ao norte de Montpellier, no final de quinta-feira, depois que uma mulher que havia sido amarrada e amordaçada se libertou e fugiu do local.

Ao entrar no edifício, a polícia encontrou uma camareira de 54 anos que havia sido esfaqueada várias vezes, disse Barret.

Segundo o promotor, investigadores encontraram um carro perto da cena do crime que continha uma arma de fogo de mentira e outros materiais que lhes permitiram identificar um suspeito.

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Robson La Luna Di Cola

    Provavelmente o “suspeito” chama-se Mohamed, e tem mensagens publicadas nos sites de movimentos terroristas…

    Curtir

  2. Carlos Marques

    Parabéns às valorosas Polícia e Forcas de Seguranca Francesas, sempre vigilantes em defesa do povo francês, e para que não tenhamos que voltar a repetir “Je suis Charlie” ou “Je suis Paris”…

    Curtir

  3. Marco Alves Monteiro

    “Polícia da FRANÇA prende suspeito na FRANÇA” Que raio de título mal feito. Os estagiários vão ser a futura geração de jornalistas e editorialistas da revista? Então estamos mal. Eu escreveria “Polícia francesa mata suspeito de matar mulher em Montpellier. Não é tão difícil escrever com clareza e sem vícios de linguagem. Mas, jornalistas ou estagiários de jornalismo…tsc…tsc…

    Curtir