Clique e assine com até 92% de desconto

Polícia chinesa mata tigre que escapou de zoológico

Por Da Redação 27 dez 2011, 08h42

Pequim, 27 dez (EFE).- Policiais chineses mataram com um tiro uma fêmea de tigre siberiano de nove anos que tinha escapado de um zoológico da cidade de Wuhu, informou a imprensa estatal nesta terça-feira.

De acordo com a agência ‘Xinhua’, o animal saiu de sua jaula após a falta de atenção de um de seus cuidadores, que se esqueceu de fechá-la após alimentar o tigre, que fugiu para um parque no centro da cidade e causou pânico entre os moradores.

Depois que os responsáveis pelo zoológico advertiram que o animal poderia mostrar agressividade, 12 policiais foram mobilizados na ação, rodearam e sacrificaram o animal.

O tigre siberiano, que no país também é conhecido como ‘tigre do nordeste da China’, é maior que outros animais da espécie, tem cor mais clara, em algumas ocasiões branca, e é um dos mamíferos com maior risco de extinção. A estimativa é de que cerca de 500 exemplares vivam em estado selvagem, a maioria na Rússia.

No ano passado, a morte de 13 tigres em um zoológico do nordeste da China por falta de alimentação fez com que as autoridades do país prometessem melhores condições para estes animais em cativeiro. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade