Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Polícia canadense apreende vídeo que mostra prefeito de Toronto fumando crack

Segundo jornal, Rob Ford, que administra maior cidade do país, usou a droga na companhia de três traficantes; assessor informal foi preso

Por Jean-Philip Struck - 31 out 2013, 17h16

A polícia canadense afirmou nesta quinta-feira que encontrou um vídeo que mostra Rob Ford, o prefeito de Toronto, a maior cidade do país, fumando crack na companhia de traficantes. A existência de tal vídeo já havia sido revelada em maio deste ano pelo jornal Toronto Star e pelo site Gawker, que à época publicaram apenas uma foto de um trecho do vídeo e descreveram o episódio.

Agora, o chefe da polícia da cidade, Bill Blair, afirma que as imagens do vídeo encontrado correspondem às descrições feitas pelos dois veículos. A polícia descobriu o vídeo na terça-feira em um computador apreendido em meio a uma investigação sobre tráfico de drogas. Com base na descoberta, policiais prenderam Alexander “Sandro” Lisi, uma espécie de motorista e “faz tudo” do prefeito. Nenhum trecho do vídeo foi divulgado pela polícia. Mas ao comentar sobre o vídeo em uma coletiva, Blair disse que as imagens não parecem ter sido alteradas ou manipuladas digitalmente.

Leia também:

Mike Tyson admite ser dependente de álcool e drogas

Publicidade

Campanhas assustadoras não são eficazes no combate às drogas, diz estudo

Segundo Blair, policiais acompanharam os passos de Sandro nas últimas semanas e notaram que ele se encontrava regularmente com o prefeito e recebia pacotes de papelão. Na terça-feira, a polícia finalmente prendeu Sandro por extorsão. Ainda não está claro se a polícia suspeita que Sandro estivesse chantageando o prefeito para não divulgar as imagens ou que ele estivesse envolvido em algum outro tipo de extorsão para recuperar as imagens de outra pessoa. Por fim, Blair disse estar decepcionado com o prefeito. “É um fato dramático para esta cidade”, afirmou.

Reprodução de quadro do vídeo que mostra o prefeito Rob Ford na companhia de supostos traficantes Reprodução de quadro do vídeo que mostra o prefeito Rob Ford na companhia de supostos traficantes

Reprodução de quadro do vídeo que mostra o prefeito Rob Ford na companhia de supostos traficantes /

Registro – Segundo a reportagem do Toronto Star que revelou a existência do vídeo em maio, as imagens teriam sido registradas em dezembro de 2012. Elas mostram, segundo o jornal, que Ford teria acendido um cachimbo com a droga e fumado em uma casa de um bairro da periferia de Toronto na companhia de três traficantes – posteriormente, dois deles acabaram presos e um morreu baleado num confronto entre gangues.

À época da divulgação da existência do vídeo, o Toronto Star e o Gawker afirmaram que souberam das imagens quando duas pessoas não identificadas tentaram vender o registro. Os dois veículos recusaram o negócio, mas alguns de seus repórteres conseguiram ver as imagens antes da negociação e obtiveram a fotografia de um trecho como uma “amostra”.

Publicidade

Ford negou de imediato ter usado qualquer substância ilegal e pareceu determinado a resistir no cargo, apesar da renúncia de vários colaboradores em consequência do escândalo. Nesta quinta-feira, a imprensa canadense tentou falar com o prefeito em sua casa e foi recebida aos gritos. Segundo o Toronto Star, Ford empurrou um fotógrafo e mandou os repórteres “saírem do seu gramado”, antes de partir em alta velocidade com seu carro.

Mais tarde, quando chegou na prefeitura, Ford anunciou que não tem a intenção de renunciar. “Vou continuar fazendo o trabalho para o qual o povo me elegeu, que é economizar o dinheiro do contribuinte e seguir com o grande governo que estamos fazendo”, disse.

Publicidade