Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Perto de posse de Milei, Lula faz dedicatória ao ‘companheiro’ Fernández

Petista também relembrou visita do argentino quando estava preso em Curitiba

Por Caio Saad Atualizado em 7 dez 2023, 13h31 - Publicado em 7 dez 2023, 13h27

Em discurso a chefes de Estado do Mercosul reunidos para cúpula no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, 7, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez questão de dedicar parte de sua fala para homenagear e encher de elogios o presidente argentino, Alberto Fernández, que deixa o cargo no próximo domingo, substituído pelo ultraliberal Javier Milei.

“Caro Alberto, você sabe do apreço que tenho por você, por ter sido sempre correto e altivo para enfrentar os tempos de turbulência regional e internacional que lhe tocaram na presidência. Você teve que enfrentar uma pandemia e uma seca, merecia melhor sorte no seu período. E nossa amizade segue, não é uma amizade de mandato”, disse. 

Lula também relembrou “o gesto de você ter me visitado em 2019”, uma referência à visita do argentino ao petista na Polícia Federal, em Curitiba. Na época, Fernández disse que a prisão era  um “máculo ao Estado de Direito” brasileiro.

+ Itamaraty confirma ausência de Lula na posse de Milei

Milei e Lula

Enquanto os dois são próximos, Milei segue um caminho totalmente oposto. Assumidamente apoiado e inspirado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, o ultraliberal prometeu que, caso fosse eleito, iria romper relações com o Brasil e retirar a Argentina de organizações internacionais defendidas por Lula, como o Mercosul e o Brics.

Uma vez eleito, o argentino moderou o tom e chegou a enviar uma carta a Lula, na qual convidou o brasileiro a sua posse e afirmou o desejo de reforçar a relação entre os países. O documento foi entregue pela futura chanceler argentina, Diana Mondino, ao ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, durante reunião em Brasília.

Fontes ligadas ao Itamaraty confirmaram a VEJA, no entanto, que Lula não vai comparecer à posse e o representante do governo brasileiro será Mauro Vieira.

Continua após a publicidade

+ Michelle, Bolsonaro, Tarcísio: Quem confirmou presença na posse de Milei

A Argentina é um dos principais parceiros comerciais do Brasil no mundo, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos, sendo responsável por 5,3% de todas as exportações brasileiras entre janeiro e outubro deste ano. O valor supera o que foi exportado para o Oriente Médio e para a África.

Apesar disso, não será a primeira vez que um presidente brasileiro não irá à posse do presidente argentino. Em 2019, o então presidente Jair Bolsonaro enviou Hamilton Mourão, na época vice-presidente, como representante do governo brasileiro na posse do atual presidente, Alberto Fernández. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.