Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Peronistas recuperam maioria no Parlamento argentino

Buenos Aires, 6 dez (EFE).- A plataforma peronista Frente para a Vitória, liderada pela presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, recuperou a maioria na Câmara dos Deputados nesta terça-feira após a cerimônia de posse dos legisladores eleitos no pleito geral do último mês de outubro.

Nessas eleições foram renovadas 130 das 257 cadeiras da Câmara dos Deputados e um terço das 72 vagas do Senado.

Após esse pleito, o Governo e aliados somaram 134 cadeiras e terão quórum próprio na Câmara dos Deputados a partir do dia 10 de dezembro, quando a governante assumirá seu segundo mandato depois de vencer as últimas eleições com 54,11% dos votos e uma vantagem de mais de 37 pontos percentuais.

Também terão quórum próprio no Senado, onde passarão a ocupar 38 das 72 cadeiras de senadores.

A social-democrata União Cívica Radical (UCR) se manterá como principal força da oposição com 41 deputados e 17 senadores como consequência das eleições de outubro, nas quais seu candidato presidencial, Ricardo Alfonsín, ocupou o terceiro lugar com 11,14% dos votos.

Como terceira força parlamentar está um variado grupo de peronistas dissidentes que reúne 28 deputados e dez senadores.

O socialista Frente Ampla Progressista, cujo candidato presidencial, Hermes Binner, ocupou o segundo posto com 16,8% dos votos, ficará com 22 cadeiras na Câmara e quatro no Senado.

A aliança conservadora Proposta Republicana, liderada pelo prefeito reeleito de Buenos Aires, Mauricio Macri, ocupará 11 cadeiras de deputados.

A Frente para a Vitória, fração majoritária do Partido Justicialista (peronista), tinha perdido o quórum próprio no Parlamento com a derrota para a oposição nas eleições legislativas de junho de 2009. EFE