Clique e assine com até 92% de desconto

Pentágono presta homenagem a vítimas do 11 de setembro

No total, 184 pessoas morreram em Washington durante ataque terrorista

Por Da Redação 11 set 2011, 11h58

Em Washington, centenas de pessoas, entre eles o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o secretário de Defesa, Leon Panetta, prestam homenagem neste domingo às vítimas dos atentados terroristas de 11 de setembro. Ao todo, 184 pessoas morreram quando o voo AA77, o terceiro sequestrado pelos terroristas da Al Qaeda, colidiu contra um dos setores do prédio do Departamento de Defesa às 9h37 no horário local (10h37 de Brasília).

A banda de música da Marinha interpretou o hino “Amazing Grace” após o minuto de silêncio absoluto em lembrança dos mortos. Entre os presentes no espaço criado em memória das vítimas, um simples parque com 184 bancos – um para cada óbito do Pentágono -, estavam inúmeras personalidades políticas, como o presidente da Câmara de Representantes, John Boehner.

Obama já partiu de Nova York, onde compareceu à cerimônia em homenagem às vítimas dos ataques às Torres Gêmeas, e deve chegar ao Pentágono às 15h30 (16h30 de Brasília) para depositar flores no local do impacto do avião.

“Os que estavam neste prédio naquele dia sabiam que isso era uma declaração de guerra por aqueles que queriam mudar o nosso estilo de vida, que acreditavam que esses terríveis atos de terror podia nos derrubar”, disse o vice-presidente. “Em vez disso, criou uma nova geração de patriotas – a geração do 11 de setembro”, completou Biden.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade