Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pelo menos 5 ativistas são detidos na praça Tahrir

Por Da Redação 19 nov 2011, 08h48

Cairo, 19 nov (EFE).- Pelo menos cinco manifestantes foram detidos neste sábado pelas forças de segurança egípcias, que desmantelaram várias barracas instaladas nesta sexta-feira na praça Tahrir, no centro do Cairo, informaram ativistas.

O diretor da ONG Instituto do Cairo de Estudos de Direitos Humanos, Bahey Eddin Hassan, revelou em entrevista coletiva que um dos presos é um conhecido blogueiro, cuja identidade não foi informada.

Por sua vez, o ativista do Movimento Jovem 6 de Abril Muhamad Mahmoud disse à Agência Efe que a polícia irrompeu violentamente na praça, onde desde este sábado havia barracas armadas pelas famílias dos mártires da revolução no Egito.

Segundo a Efe constatou, neste momento mais de uma centena de agentes antidistúrbios estão desdobrados na praça Tahrir, onde se concentrou um grande número de curiosos e reina uma calma aparente.

Uma fonte dos serviços de segurança, citada pela agência de notícias estatal ‘Mena’, explicou que a polícia esvaziou Tahrir e os arredores e tirou as barracas para facilitar o trânsito, que neste sábado ficou impedido durante uma hora na praça. A fonte negou que qualquer pessoa tenha sido agredida.

Na sexta-feira dezenas de milhares de egípcios protestaram em Tahrir para pedir a transferência do poder a uma autoridade civil e manifestar sua oposição às prerrogativas que serão atribuídas à Junta Militar que governa o país quando for elaborada uma nova Constituição.

Em 28 de janeiro está previsto que comecem as eleições legislativas, que serão a primeira votação democrática da história do Egito, para escolher um Parlamento para elaborar uma nova Carta Magna. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade