Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Passageiros dizem que agressor que atacou piloto em voo portava crachá da TAM

São Paulo, 12 fev (EFE).- Vários passageiros que estavam no voo da TAM no qual o piloto foi agredido dentro da cabine, afirmaram neste domingo que o homem que realizou o ataque portava uma identificação da companhia aérea com sua fotografia, segundo a edição digital do jornal ‘Folha de São Paulo’.

Testemunhas afirmaram que viram no documento o nome ‘Araújo’ e o cargo de operário de bagagens da cidade de Ribeirão Preto.

No sábado, o voo da companhia partiu de Montevidéu para São Paulo, mas teve de fazer um pouso de emergência em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, depois que um homem invadiu a cabine do piloto e o agrediu.

O agressor correu posteriormente pelo corredor do avião em direção a parte posterior, onde foi contido pela tripulação e passageiros.

Após a ação, o avião pousou em Porto Alegre para que o agressor fosse retirado do avião.

Conforme a TAM informou ao jornal, a aterrissagem não prevista foi necessária pela ‘conduta indisciplinada’ do passageiro.

As autoridades brasileiras fizeram uma revisão na aeronave por razões de segurança e duas horas depois foi possível continuar o voo até São Paulo.

O ministro da Indústria, Energia e Mineração do Uruguai, Roberto Kreimerman, e outros funcionários do governo do país viajavam no avião como primeira escala em direção à China, onde realizarão uma visita comercial. EFE