Clique e assine a partir de 9,90/mês

Pai de Meghan acusa filha de “depreciar” a família real por dinheiro

Para Thomas Markle, a filha jogou fora 'o sonho de toda garota'; ela e o príncipe Harry estariam transformando a família real em um 'Walmart com uma coroa'

Por Da Redação - Atualizado em 19 jan 2020, 15h01 - Publicado em 19 jan 2020, 14h02

O pai de Meghan Markle, Thomas Markle, acusou a filha de “depreciar” a família real britânica. A afirmação foi feita durante uma entrevista concedida ao canal inglês de televisão Channel 5.

“É decepcionante porque ela efetivamente conseguiu o sonho de toda garota. Toda garota quer se tornar uma princesa e ela conseguiu isso, e agora ela está jogando fora para… Parece que ela está jogando isso fora por dinheiro”, disse Markle.

A entrevista foi filmada após o casal anunciar que se afastaria da família real como membros seniores. O Channel 5 divulgou parte da entrevista neste domingo 19,  e disse que o documentário completo será transmitido nas próximas semanas.

Thomas Markle descreveu a família real como “uma das maiores instituições longevas de todos os tempos”. Disse ainda que, quando Meghan se casou com o príncipe Harry, em maio de 2018, eles assumiram a obrigação de “fazer parte da realeza e representar a realeza”.

Continua após a publicidade

“É como uma das maiores instituições de vida longa de todos os tempos”, disse ele. “Eles estão destruindo, estão barateando, estão tornando-os surrados… Eles estão transformando-o em um Walmart com uma coroa agora. É algo ridículo, eles não deveriam estar fazendo isso.” Thomas e Maghan Markle se afastaram ainda durante os preparativos do casamento. Ele não participou da cerimônia.

O palácio anunciou nesse sábado, 18, que o casal não usará mais seus títulos de “Alteza Real” e será responsável por pagar seu próprio caminho na vida.

A monarquia entrou em turbulência no início deste mês, quando Harry, de 35 anos, e sua esposa norte-americana, de 38, anunciaram que queriam reduzir suas funções oficiais e passar mais tempo na América do Norte. (Com Efe)

 

Publicidade