Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

ONU denuncia 400 mortos na Síria desde início da missão da Liga Árabe

Por Prakash Mathema 10 jan 2012, 15h59

Quatrocentas pessoas morreram na Síria desde que uma missão da Liga Árabe começou a monitorar a situação no país, em 26 de dezembro, afirmou nesta terça-feira o secretário-adjunto da ONU, B. Lynn Pascoe, citado pela embaixadora americana na organização, Susan Rice.

Pascoe deu este novo número durante reunião do Conselho de Segurança sobre a Síria. A ONU havia informado anteriormente que mais de 5.000 pessoas tinham morrido na Síria desde o início dos protestos contra o regime de Bashar al-Assad, em março de 2011.

Publicidade