Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Onda de frio deixa 37 mortos por hipotermia na Polônia em 1 semana

Por Da Redação 3 fev 2012, 10h11

Varsóvia, 3 fev (EFE).- O frio nesta sexta-feira ainda é muito intenso na Polônia, após uma noite que deixou oito mortos pelas baixas temperaturas, que em alguns locais chegou a 35 graus negativos, o que já elevou a 37 o número de vítimas da onda polar que atingiu o país há uma semana.

A maior parte das vítimas é sem-teto, que em muitos casos têm problemas de dependência de álcool, informou nesta sexta o Ministério do Interior.

Após a noite de quinta-feira, o número de mortos na Polônia por hipotermia desde novembro aumentou para 75.

As temperaturas devem subir um pouco a partir do sábado, apesar de os termômetros terem marcado 35 negativos na quinta-feira na comarca de Bialystok, 34 graus negativos em algumas áreas de Bieszczady e 24 graus abaixo de zero em Varsóvia.

Pelo segundo dia consecutivo, várias escolas do país fecharam suas portas por conta do frio intenso, enquanto cidades como Varsóvia mantêm fogueiras nas principais ruas para que as pessoas se aqueçam.

As autoridades reforçaram nesta sexta seu pedido à população para avisar imediatamente à polícia caso encontrem pessoas deitadas nas ruas ou consumindo álcool ao relento à noite e agentes fazem patrulhas, principalmente nos lugares onde habitualmente os sem-teto dormem, levando-os para centros de amparo.

O Ministério do Interior também voltou a pedir nesta sexta precaução no uso de fogueiras dentro das casas, já que na última noite duas pessoas morreram por inalação de gases tóxicos, elevando para quatro o número de mortes desse tipo em fevereiro. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade