Clique e assine com até 92% de desconto

Observadores da Liga Árabe se dirigem à cidade síria de Homs

Por Da Redação 27 dez 2011, 05h30

Cairo, 27 dez (EFE).- Um grupo de observadores da Liga Árabe viaja neste momento à cidade de Homs, no centro da Síria, onde mais de 30 pessoas morreram nesta segunda-feira, disse à Agência Efe Hozam Ibrahim, membro do Conselho Nacional Sírio (CNS).

Ibrahim destacou que até agora o regime de Bashar al Assad não cumpriu com pontos da iniciativa da organização pan-árabe, como a libertação dos detidos e o fim da violência.

‘Acho que a situação não vai mudar com a visita dos observadores a Homs’, apontou o opositor.

Homs, além da província de mesmo nome, é uma das principais fortificações da oposição síria, onde nos últimos dias as forças leais ao regime intensificaram a repressão dos protestos contra o Governo.

Há dois dias, o CNS, principal órgão da oposição, exortou os observadores a visitarem imediatamente Homs, que sofre ‘uma ameaça real de genocídio e de crimes contra a humanidade’.

Ontem, chegaram à Síria 50 observadores árabes, que se somaram à primeira delegação que aterrissou na última quinta-feira para comprovar in loco se as autoridades deste país estão cumprindo os pontos da iniciativa proposta pela Liga Árabe para dar uma saída à crise.

Desde o início dos protestos, em meados de março, mais de cinco mil pessoas faleceram pela repressão do Governo sírio, segundo a ONU. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade