Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Obama retoma campanha eleitoral após pausa por Sandy

Romney e o presidente voltam a se atacar após ‘trégua’ devido a tempestade

O presidente Barack Obama retomou nesta quinta-feira sua campanha eleitoral depois de um afastamento de três dias para monitorar os estragos causados pela tempestade Sandy. O retorno será um giro de 24 horas por quatro diferentes estados americanos.

Romney, que na terça-feira camuflou um evento de campanha em um ato para arrecadação de recursos para as vítimas da tempestade, ontem já havia retomado a campanha propriamente dita na Flórida, o mais populoso entre os estados indecisos, mas evitou fazer críticas ao democrata. A situação mudou nesta quinta, com os dois candidatos voltando a se atacar.

A viagem de Obama começou em Green Bay (no estado de Wisconsin), onde o presidente relembrou que nos últimos dias os americanos enfrentaram “uma das piores tempestades de suas vidas” e ressaltou a união da população: “Não há democratas ou republicanos durante uma tempestade, há apenas companheiros americanos”.

Mas sobrou tempo também para voltar à carga contra o rival Mitt Romney, por se apresentar como o ‘candidato da mudança’, slogan usado por Obama em 2008, quando venceu a disputa presidencial com John McCain: “Ele está dizendo que ele é o candidato da mudança. Bem, deixe-me dizer a vocês, nós sabemos como é a mudança. E o que o governador está oferecendo não é uma mudança.”

De Wisconsin, ele embarcou para Las Vegas, e de lá deve partir para Boulder (no Colorado) e então Columbus (Ohio), atravessando quatro fusos horários do país.

Leia também:

Obama tem vantagem em três estados-chave, diz pesquisa

Sandy causa prejuízo de US$ 200 mi por dia a Nova York

Furacão Sandy muda planos de candidatos nos EUA

Obama volta à corrida eleitoral com elogios de um de seus mais duros críticos, o governador republicano de Nova Jersey, Chris Christie. Os dois visitaram ontem os lugares afetados pela tempestade e se declararam ‘parceiros nos esforços de recuperação’.

Romney participou de comícios no estado de Virgínia nesta quinta-feira. Depois de evitar atacar Obama nos últimos dias, o republicano rejeitou uma proposta apresentada pelo adversário, a criação de um gabinete voltado para o desenvolvimento de negócios. “Eu não acho que adicionar uma nova cadeira em seu gabinete vai ajudar a criar milhões de empregos”, disse, segundo o jornal The New York Times.

“Nós não precisamos de um secretário de negócios que entenda de negócios, nós precisamos de um presidente que entenda de negócios como eu entendo”, acrescentou. A questão também é criticada em uma nova campanha do candidato na TV.

A tempestade Sandy atingiu o continente norte-americano a partir de Nova Jersey na segunda-feira, provocando grandes inundações, quedas de energia, suspensão dos sistemas de transporte e ao menos 85 mortes (84 nos Estados Unidos e 1 no Canadá), segundo dados da Reuters desta quinta-feira. Somente na cidade de Nova York, há ao menos 37 vítimas.